Páginas

Agricultura Comercial e Desenvolvimento Social

Se você  abasteceu seu carro hoje, agradeça à Petrobrás. Se tomou água, agradeça sua Companhia de Saneamento. Você já fez isso hoje ?

Essa leitura, de início (apenas de início, espero eu !) pode parecer sem lógica. Afinal, todos pagam, e bem, para ter a  disponibilidade desses serviços e os fornecedores auferem lucros com essa atividade.

Mas é exatamente essa ideia que me ocorreu quando vi, um dia desses, uma frase enaltecendo a atividade agrícola. Nela dizia, não me recordo se exatamente nesses termos: "Se você se alimentou hoje, agradeça a um produtor rural".

Apesar das diferenças entre a agricultura familiar e a agricultura comercial da grande propriedade, discordo da afirmação. Hoje, a atividade agrícola como qualquer outra atividade econômica, visa ao lucro. Nenhum produtor inicia uma safra se não tiver, pelo menos, a expectativa de obter algum retorno. Inclusive a própria escolha do produto a ser cultivado é orientada pela expectativa de um maior lucro e não do que a população precisa para sobreviver,  tanto que muitos agricultores, por uma questão de viabilidade e atratividade financeira, optam pelo plantio do tabaco, um gênero nada alimentício; na verdade, até nocivo, em sentido mais amplo possível. Isto porque é uma das culturas mais rentáveis quando se considera o perfil topográfico acidentado de muitas propriedades da nossa região, dificultando a mecanização, bem como o tamanho das propriedades que cultivam o fumo, via de regra, pequenas.
Entretanto, a referida frase me convidou a uma reflexão menos regionalizada e mais ampla.

No final do século XVIII, o economista inglês Thomas Malthus, analisando a população desenvolveu uma teoria que basicamente previa que a ela iria aumentar em uma proporção muito maior que a produção de alimentos necessária a sua subsistência. É a Teoria Malthusiana, convenientemente ainda utilizada em alguns discursos. Essa previsão, de certa forma não se concretizou.

Malthus não contou com os avanços tecnológicos que proporcionaram uma elevação na produção agrícola sem precedentes. Além disso, nessa época, a taxa de natalidade nos países analisados era ...